Educação alimentar para crianças
Reeducação alimentar para todos
Postado dia 26 de setembro

Comida congelada para bebês. Pode?

Embora não deva ser a base da alimentação da criança, a comida congelada para bebês oferece inegável praticidade. Atualmente, a maioria dos alimentos pode ser congelada, porém alguns sofrem com as baixas temperaturas.

comida congelada para bebês

Devido a grande quantidade de água em suas composições, durante o processo de congelamento, formam-se cristais de gelo na comida congelada para bebês; estes cristais modificam principalmente as texturas e sabores dos alimentos.

Certamente, ocorre uma perda de nutrientes, mas ainda assim os alimentos congelados trazem características nutricionais infinitamente superiores ao dos industrializados!

Basta pensar que – enquanto uma preparação é mantida pelo congelamento – a outra depende de conservantes químicos para a preservação.

Alimentos que não devem ser congelados

Alguns alimentos como ovos, verduras, iogurtes e frutas – como banana e pera – perdem mais facilmente suas propriedades nutricionais e sabor. Prefira consumi-los logo após o preparo ou, no máximo, no mesmo dia.

Comida congelada para bebês – prazo de validade 

Os alimentos podem ser congelados por até 3 meses, sempre respeitando as técnicas de higiene, durante o preparo e envase. Apesar disto, é mais seguro que a comida congelada seja consumida em até 30 dias. Esse prazo pode variar dependendo da composição dos alimentos congelados. Se for à base de leite, a comida terá um prazo de validade inferior àqueles preparados com água.

Outros fatores que interferem na conservação do alimento são a temperatura do congelador, a estação do ano e a intensidade de uso. Em casas com muitas pessoas que abrem constantemente o congelador, esse alimento pode sofrer deterioração devido a instabilidade da temperatura, especialmente no verão.

Cuidados ao congelar um alimento

A temperatura deve ser mantida entre -18 e -25ºC. É necessário preencher completamente o recipiente com o alimento a ser congelado; a presença de ar interfere no congelamento e pode comprometer a qualidade e a segurança dos alimentos congelados. A presença de ar durante o processo pode favorecer o surgimento de bactérias resistentes às baixas temperaturas.

Embalagens para alimentos congelados

As embalagens mais indicadas são aquelas que não permitem o contato do ar frio do congelador com os alimentos. São elas: plástico aderente vendidos em rolo, sacos de polietileno incolor, recipientes de plástico ou vidro com tampa que possuem vedação hermética. Estas embalagens evitam a transferência de sabor e odor do material do recipiente, não aderem aos alimentos antes do congelamento e desgrudam facilmente dos alimentos, ainda congelados.

Como congelar os alimentos

Os alimentos devem ser preparados ou apenas imersos em água fervendo, na intenção de preservar a maior parte das suas propriedades nutricionais. Logo após o preparo ou imersão, esses alimentos devem ser resfriados em um recipiente com água e gelo, pois essa técnica, conhecida como branqueamento, para posteriormente serem envasados e levados ao congelador.

Técnica do branqueamento

Lave bem as frutas e hortaliças, corte em pedaços pequenos e não muito grossos. Em seguida, mergulhe o vegetal em uma panela com água fervente. Espere que a água volte a ferver, entre 2 ou 3 minutos, dependendo da consistência da comida congelada para bebês.

Retire da água fervente e coloque-o numa vasilha com água gelada e gelo, para iniciar o processo de resfriamento. O vegetal estará pronto para congelar, quando estiver totalmente gelado. Então, tire o alimento do gelo, escorra a água e coloque em pequenas quantidades dentro de saquinhos apropriados culinários, removendo todo excesso de ar. É preciso lembrar de identificar os recipientes com nome do alimento e data.

Não se pode esquecer de deixar uma margem de 2 cm da borda dos recipientes, pois os líquidos aumentam de volume durante o congelamento. A maior preocupação em relação ao processo é a perda de nutrientes. No entanto, se a comida congelada para bebês for feita de forma correta, apenas uma pequena parte de algumas vitaminas e minerais serão perdidos.

Depois do preparo, observe a cor, sabor, textura…são diferentes, mais vivos e o melhor, os nutrientes foram preservados. Por hoje é só!

Abraços,

Débora Rosa

 

 

Deixe seu comentário: