Educação alimentar para crianças
Reeducação alimentar para todos
Postado dia 06 de novembro

Vitaminas para gestantes (e minerais também)

vitaminas para gestantes

Importantes vitaminas para gestantes apresentam uma lenta e gradativa diminuição, à medida que avança a gestação. O mesmo acontece com outros micronutrientes: os minerais. Por este movido, durante este período, a mulher deve manter hábitos alimentares saudáveis. Ou seja, consumir com frequência alimentos nutritivos que ajudarão a repor as vitaminas e minerais. Eles são essenciais para o metabolismo correto do organismo da mamãe e também do bebê.

Principais nutrientes essenciais na gestação, suas principais funções e fontes alimentares:

Vitamina B, B, B12vitaminas para gestantes

Fonte de Vitamina B12: encontrado principalmente em produtos de origem animal, como carne, ovos, leite e seus derivados.

 Algumas vitaminas do complexo B, como B6, B3 e B12 têm suas necessidades diárias aumentadas, em aproximadamente 40%, para as gestantes, quando comparadas às mulheres não grávidas. Por exemplo, a vitamina B12 é responsável por auxiliar na função neurológica, na formação dos glóbulos vermelhos e na síntese do DNA.

Um estudo recente da Universidade de Warwick*, do Reino Unido, exibida na Conferência Anual de Endocrinologia, ressaltou sua importância para grávidas. Os pesquisadores descobriram que a baixa ingestão da Vitamina B12 durante a gestação pode provocar diabetes tipo 2 e outras doenças metabólicas no bebê.

Vitamina Avitaminas para gestantes

Fonte de vitamina A: queijo, manteiga, fígado, miúdos, peixes, gema de ovo, cenoura, abóbora, vegetais amarelos ou vermelhos.

Importante para o crescimento e desenvolvimento do bebê. Seu consumo adequado pode prevenir defeitos congênitos, baixo peso ao nascer e risco de parto prematuro. Além disso, a vitamina A promove crescimento adequado dos ossos, aumenta a resistência contra infecções, possui efeito protetor de pele e mucosa e auxilia na cicatrização.

Vitamina Dvitaminas para gestantes

Fonte de vitamina D: leite, iogurte, coalhada, gema de ovo, salmão e sardinha principalmente. Não esqueça de se expor ao sol sem filtro solar, pelo menos 15 minutos por dia.

A deficiência dessa vitamina não é incomum comum, mas é fácil reposição, pois ela pode ser produzida pelo organismo através da ação da luz solar. É recomendável consumir entre 5 a 10 mg/dia. A vitamina D torna eficiente a utilização do cálcio ingerido na alimentação, fundamental para a formação de ossos e dentes saudáveis do bebê.

Vitamina Cvitamina para gestantes

Fonte de vitamina C: acerola, kiwi, carambola, morango, caju, brócolis, laranja, caju, couve, couve flor, goiaba, abacaxi, maracujá.

Possui ação antioxidante, fundamental para o organismo absorver o ferro dos alimentos nutritivos. Estudos recentes associam o consumo adequado de vitamina C com a diminuição do risco de infecções, parto prematuro, eclampsia e outros benefícios. Além disso, aumenta a resistência do organismo às infecções, atua na formação de colágeno e auxilia na cicatrização de ferimentos.

Ácido fólicovitaminas para gestantes

Fonte de Ácido Fólico: fígado, leveduras, vegetais de folhas verde escuras (brócolis, aspargos, espinafre, rúcula, couve, agrião), ervilha, lentilha, cereais, amendoim, soja e feijão.

Responsável pela prevenção de doenças do tubo neural e malformação fetal. Possui um fator indispensável no equilíbrio do sangue, atuando na formação de glóbulos vermelhos da medula óssea.

Ferrovitaminas para gestantes

Fonte de Ferro: vegetais de folhas verde escuro, feijões em geral, ovos, carnes (especialmente as vermelhas), frutas secas (damasco, pêssego, ameixa preta e uva-passa).

É um mineral componente da hemoglobina (células do sangue). Ele se liga aos glóbulos vermelhos com a finalidade de transportar oxigênio dos pulmões para todas as partes do corpo, da mãe e do bebê. Com a quantidade reduzida de ferro, não chega oxigênio aos tecidos, podendo causar anemia e fadiga.

Lembrando que as mulheres necessitam, em média, duas vezes mais de ferro na dieta, do que os homens, devido ao período menstrual. Evite o consumo de cafés, chás a base de cafeína, leites e seus derivados junto com alimentos fonte de ferro; esses alimentos, quando combinados, prejudicam a absorção de ferro.

Zincovitaminas para gestantes

Fonte de Zinco: peixes e frutos do mar em geral, vísceras e miúdos, amêndoas, amendoim, mel, alface e gérmen de trigo.

O zinco é um mineral importante, pois atua no controle do sistema imunológico, participando do metabolismo de radicais livres; a sua deficiência está associada às alterações do sistema neurológico do bebê, dependendo do estágio da gestação.

Cálcio

vitaminas para grávidas

Caçarola de brócolis, batatas e queijo

Fonte de Cálcio: queijos, leites, iogurtes, alguns vegetais como brócolis e couve, manteiga, sardinha, gergelim e leguminosas.

 A ingestão diária de cálcio durante a gestação deve ser suficiente para suprir as necessidades diárias da mãe, bem como para a formação de tecido ósseo e formação dentária do bebê. O cálcio também atua na proteção do organismo contra infecções, na contração muscular, condução de impulsos nervosos e em diversos processos enzimáticos. Além disso, o cálcio está intimamente relacionado com a produção de alguns hormônios.

Um abraço,

Débora Rosa

 

* fonte: Bebe.abril

 

 

exibida na

Deixe seu comentário: